12 de agosto de 2008

É tudo uma questão de Xs e Ys.

12 de Agosto de 2008 deverá ficar gravado na História como o primeiro dia em que um actor perdeu um papel para uma actriz. Perdeu, desperdiçou, abdicou. A forma como isto foi parar às mãos de Angelina Jolie, não interessa muito. Quer dizer, até interessa. Sobretudo porque o papel estava destinado a Tom Cruise. Que tipo de casting é este que diz, Esperem lá, e se em vez de uma actriz… fosse um actor? O engraçado é que funciona para os dois lados. Isto só vem provar que nada é impossível, e que Jolie factura nas bilheteiras que é uma coisa parva.

Realizado por Phillip Noyce (O Coleccionador de Ossos), e escrito por Kurt Wimmer (Equilibrium), Edwin A. Salt era o thriller na carteira de Tom Cruise. Um filme sobre um agente da CIA acusado ser um espião russo, que tenta escapar à perseguição que lhe é movida, enquanto procura encontrar o verdadeiro infiltrado. Agora, entre outras mudanças ao argumento já a ser trabalhado, teremos obrigatoriamente uma alteração no título. Edwina A. Salt. Hum… Não pega. Grinch 2: How Jolie Stole the Part. Muito melhor.

2 comentários:

The Nader disse...

BournA? :)

Ricardo disse...

não foi de certeza a primeira vez que um actor perdeu um papel para uma actriz, recentemente, o actor Javier Bardem perdeu um papel num filme de Almodovar, porque este compreendeu que aquela personagem era de facto uma mulher, trocando por Carmen Maura (se bem me lembro)